Topo
Sexting

Sexting

Categorias

Histórico

Conheça o CarnaCrush: a ferramenta que vai te ajudar a transar no Carnaval

Felipe Germano

2001-03-20T19:14:32

01/03/2019 14h32

Montagem de Rafael Germano sob vetores de macrovector, johndory e vectorpocket / Freepik

Jorge Ben errou desta vez. Em fevereiro não teve carnaval. O glitter, porém, tarda mas não falha e a festa de 2019 vai chegar com uma novidade pra facilitar ainda mais o rala-e-rola carnavalesco. Dessa vez os foliões tem uma nova aliada: a tecnologia.

Mesmo em uma festa conhecidamente libidinosa como o Carnaval, nem todo mundo se sente à vontade em abordar um desconhecido no meio do bloquinho, para tentar conseguir uns beijos ou algo mais. Pensando nisso que surgiu o CarnaCrush.

Trata-se de uma ferramenta que te ajuda a encontrar pessoas, exatamente como no Tinder – mas focada no Carnaval.

Não disse "ferramenta" à toa. O CarnaCrush não é um aplicativo – mas uma função escondida dentro de outro app.

Para acessá-la você deve baixar o CarnaBlocos, que, assim como diversos outros disponíveis na PlayStore ou AppStore, trata-se de um guia de bloquinhos.

Você consegue ver os quase 300 eventos que vão acontecer no Rio e em São Paulo durante os dias de folia. Dá para conferir, o local, quantas pessoas estão interessadas em ir, e uma curta descrição de como os organizadores imaginam o evento. No meio de tanto bloco o app também te ajuda ao separar as festas por temática: tá afim de um bloquinho que toque AXÉ? Ele estará categorizadinho. Quer ouvir um rock? Tem lá também.

Depois que escolher aonde quer passar seus dias de folia, você pode confirmar presença nos blocos, como em um evento de Facebook – e aí que a coisa começa a ficar interessante.

A partir do momento que você faz a confirmação, um novo botão surgirá na sua tela. Nele estão os dizeres "Encontrar CarnaCrush".

Imediatamente, uma interface, idêntica a do Tinder, surgirá na sua tela. A graça é: as únicas pessoas que aparecerão ali são as que também confirmaram presença no bloquinho.

A vantagem aqui, frente ao maior aplicativo de paquera do planeta, aparece justamente no foco: é bem mais fácil usar um app específico do que torcer para que aquele match do Tinder vá nos mesmos rolês que você planeja.

Dá para xavecar com antecedência, bater um papinho, e chegar no bloco já até chamando pelo nome, cheio de chamego – e, principalmente, sabendo que é recíproco.

Igual a quase todos os apps de paquera, no CarnaCrush você consegue colocar fotos, descrições, e falar o que está procurando: homens, mulheres, ou ambos,

Na ferramenta, aliás, existe até mesmo a função de Superlike (onde você sinaliza para o flerte que deu coraçãozinho nele, se destacando no meio da multidão).

O resto você já sabe: use camisinha, bom carnaval e cuidado com glitter enquanto usa o app (pra tirar aquilo do celular vai ser um inferno), seja o carnaval em fevereiro ou março.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Felipe Germano é jornalista que escreve sobre Comportamento Humano, Saúde, Tecnologia e Cultura Pop. Para encontrar as boas histórias que procura contar, atravessa o planeta: visitou de clubes de swing e banheiros do sexo paulistanos à sets de cinema hollywoodianos. Trabalhou nas redações da rádio Jovem Pan, site Elástica, Revista Época e Revista Superinteressante - e agora colabora com o UOL.

Sobre o Blog

Sexo é o que há de mais antigo nesse planeta, e tecnologia nos traz o que há de mais moderno. Mesmo sem saber quem foi nosso antepassado mais antigo, dá para cravar: ele transava. Mas se engana quem acha que o sexo não mudou nada desde a primeira vez. A tecnologia evoluiu, e com ela nossos hábitos na cama (ou no chão, ou no celular...). Mas dá para juntar tudo, e divertir-se. Muito prazer, esse é o Sexting.