Topo
Sexting

Sexting

Categorias

Histórico

Golden Shower: brasileiro sabe bem o que é, mas buscas subiram 700%

Felipe Germano

08/03/2019 08h43

Se você nunca tinha ouvido falar de Golden Shower é bem possível que isso tenha mudado neste carnaval. E  nem foi preciso participar da prática. Quando presidente da república posta um vídeo erótico no twitter, fica difícil passar despercebido.

Mas se, mesmo assim, você não sabe do que se trata, lá vai a explicação rápida: Golden Shower, ou Chuva Dourada, é o nome dado à ação de urinar, ou ter contato com a urina de outrem, durantes relações sexuais. É xixi no sexo.

Isso pode ter sido uma novidade para o presidente, mas para uma parte significativa de brasileiros, não é. Nos sites pornôs internet afora, o Brasil não só é consumidor desse tipo de pornografia, como também é produtor.

No XVideos, por exemplo, a pesquisa "Golden Shower Brasil" dá acesso a mais de três mil vídeos. E essa é só uma maneira de pesquisar. Tags ligadas às palavras "Xixi" ou até mesmo "mijada", quando somadas, têm mais de 15 mil vídeos relacionados.

Tem gente que gosta de filmar, e tem mais ainda gente que tem tesão em assistir. As produções envolvendo Golden Shower comumente ultrapassam as 120 mil visualizações.

PROPAGANDA ACIMA DE TUDO

Esses números não apareceram agora. Eles refletem anos de audiência em sites adultos – mas a tendência é que eles fiquem muito maiores a partir de agora. Se a intenção de Bolsonaro era coibir o fetiche, deu bastante errado. Ele acabou fazendo é publicidade.

O Pornhub divulgou que, após os tweets do presidente, as buscas por Golden Shower tiveram um aumento exponencial.

De acordo com o relatório, Bolsonaro fez que com as buscas brasileiras envolvendo o fetiche crescessem 688%, no site pornô. Isso em menos de 24 horas.

A atitude presidenciável fez até os gringos quererem ver mais xixi no sexo. O mesmo relatório fala que, no mundo todo, a procura por pornografia com urina cresceu 98% no dia 6 de março, data da postagem.

MAKE XIXI GREAT AGAIN

Jair Bolsonaro também não é vanguarda entre os políticos que fazem a chuva dourada bombar por aí. Donald Trump já tinha feito as pesquisas dispararem, em 2017.

É melhor "Jair não falar mal" do fetiche para o chefe de estado americano, porque o presidente yankee fez as pesquisas dispararem não porque abomina Golden Shower, mas a possibilidade dele ser fã da prática.

Em janeiro de 2017, logo após assumir a Casa Branca, o Buzzfeed News e a CNN tiveram acesso a um relatório que cravava: durante as aproximações entre Trump e Putin, o presidente americano havia se hospedado em um hotel de Moscou, onde pediu para que prostitutas urinassem uma na outra durante o sexo. Trump nega até hoje e chegou a declarar que é germofóbico.

Mas bastou o rumor para ajudar a impulsionar as buscas pela pornografia temática.

Outro relatório do Pornhub, lançado na época, mostrou que as pesquisas envolvendo Golden Shower, nos EUA, cresceram 298% em dois dias, por causa de Trump.

Xixi no sexo sempre foi uma prática conhecida entre os fetichistas, mas se depender dos políticos, cada vez mais gente vai se interessar pelo assunto. Do Carnaval ao jantar de natal.

Sobre o Autor

Felipe Germano é jornalista que escreve sobre Comportamento Humano, Saúde, Tecnologia e Cultura Pop. Para encontrar as boas histórias que procura contar, atravessa o planeta: visitou de clubes de swing e banheiros do sexo paulistanos à sets de cinema hollywoodianos. Trabalhou nas redações da rádio Jovem Pan, site Elástica, Revista Época e Revista Superinteressante - e agora colabora com o UOL.

Sobre o Blog

Sexo é o que há de mais antigo nesse planeta, e tecnologia nos traz o que há de mais moderno. Mesmo sem saber quem foi nosso antepassado mais antigo, dá para cravar: ele transava. Mas se engana quem acha que o sexo não mudou nada desde a primeira vez. A tecnologia evoluiu, e com ela nossos hábitos na cama (ou no chão, ou no celular...). Mas dá para juntar tudo, e divertir-se. Muito prazer, esse é o Sexting.