Topo
Sexting

Sexting

Categorias

Histórico

É a volta da pornografia? PornHub diz que quer comprar o Tumblr

Felipe Germano

04/05/2019 04h00

Há quase cinco meses, o Tumblr tomou uma decisão simples e rígida: retiraria toda a pornografia de sua plataforma. Não adiantava espernear. Mesmo com protestos unindo milhares de usuários, a marca manteve sua posição e baniu os produtores de conteúdo adulto. Pouco menos de 150 dias depois, o microblog perdeu um terço de sua audiência (uma queda de 151 milhões de páginas visualizadas por mês) e fez um novo anúncio: está à venda. E quem quer comprar é ninguém menos que o PornHub.

Ao menos foi o que afirmou ao Buzzfeed gringo, Corey Price, vice presidente da rede de vídeos adultos."Existem algumas sinergias óbvias entre as duas marcas", disse Price. "Estamos extremamente interessados em adquirir a plataforma e ansiosos em restaurar seu antigo e glorioso conteúdo adulto", completou.

A compra talvez saia cara, mas ainda assim mais barata do que alguns anos atrás. A verdade é que o Tumblr perdeu muito do seu valor nos últimos tempos. Em 2013 foi comprado pelo Yahoo por US$ 1,1 bilhão (R$ 4,3 bilhões) três anos depois foi avaliado em US$ 230 milhões (R$ 905 milhões). A própria marca que o comprou foi vendida. A Verizon arrematou o Yahoo e todas suas propriedades por US$ 4,5 bilhões (R$ 17,7 bilhões) em 2017.

O Pornhub, por outro lado, não emite dados sobre suas finanças há um tempo. O último relato oficial é de 2015, ano em que a marca faturou US$ 460 milhões (R$ 1,8 bilhão). Com um detalhe: o comunicado afirmava que o resultado estava abaixo do esperado e que o plano era recuperar no próximo ano. Caso tenham conseguido, a compra não é assim tão impossível.

Amadora ou produzida, o fato é que a possibilidade do Tumblr voltar a publicar conteúdo adulto tem mexido com os fãs.

Com eles permitindo ou não a volta da pornografia, já listamos aqui outros lugares para você ver pornô-tumblr. Mas e você, achou a compra uma boa ideia? Deixe nos comentários!

Sobre o Autor

Felipe Germano é jornalista que escreve sobre Comportamento Humano, Saúde, Tecnologia e Cultura Pop. Para encontrar as boas histórias que procura contar, atravessa o planeta: visitou de clubes de swing e banheiros do sexo paulistanos à sets de cinema hollywoodianos. Trabalhou nas redações da rádio Jovem Pan, site Elástica, Revista Época e Revista Superinteressante - e agora colabora com o UOL.

Sobre o Blog

Sexo é o que há de mais antigo nesse planeta, e tecnologia nos traz o que há de mais moderno. Mesmo sem saber quem foi nosso antepassado mais antigo, dá para cravar: ele transava. Mas se engana quem acha que o sexo não mudou nada desde a primeira vez. A tecnologia evoluiu, e com ela nossos hábitos na cama (ou no chão, ou no celular...). Mas dá para juntar tudo, e divertir-se. Muito prazer, esse é o Sexting.