Topo
Sexting

Sexting

Categorias

Histórico

Aplicativo escondido na App Store deixa seus amigos darem match por você

Felipe Germano

2007-06-20T19:04:00

07/06/2019 04h00

Poucos programas de TV são tão legais quanto os de encontros às cegas. De "Beija Sapo" a "Are You The One" e "De Férias Com o Ex". Colocar pessoas desconhecidas para se encontrarem e ver o que acontece é uma experiência incontrolavelmente hipnotizadora. Essa é, pelo menos, a minha opinião. E se você compartilha dela, eu tenho uma ótima notícia: um novo app permite que você organize um "Beija Sapo" para seus amigos. Se cuida, Cicarelli.

A proposta do Ship é permitir que seus amigos ajudem na hora de encontrar alguém para passar a noite. A brincadeira é a nova aposta da Match Group (empresa responsável pelo Tinder), e segue o modelo que já virou padrão entre os apps de pegação: um card com fotos e descrições de uma pessoa aparece na sua tela. Não curtiu? Deslize para a esquerda e uma nova opção aparecerá. Gostou? Jogue para a direita. Se for mútuo, vocês podem conversar e marcar um encontro.

A grande diferença aqui é que seus amigos também recebem os perfis dos pretendentes –e eles também tem o poder de dar um "sim" – ou um "não.

Na prática isso se dá pela criação dos "Crews", sua equipe. Trata-se de grupos onde você coloca todos aqueles que você confia o suficiente para cuidar da sua vida amorosa/sexual. O processo não poderia ser mais simples: na aba "Crews" você consegue convidar contatos do seu celular para assumir a responsa. Os escolhidos receberão um convite para baixar o app e, automaticamente, já entram no seu grupinho.

Daí para eles armarem um encontro às escuras no maior estilo Beija Sapo, é só combinar direitinho.

Dá ainda para pedir o opinião do seu crew sobre determinado perfil. Em todo card há uma setinha laranja que, quando clicada, compartilha o pretendente com o resto de seu grupo, assim vocês conseguem opinar sobre dar ou não uma chance para a pessoa.

A brincadeira, claro, é de uma via de mão dupla. Ao mesmo tempo que seus amigos escolhem seus futuros crushs, se eles quiserem, dá para escolher os deles dentro de sua conta.

O app, inclusive, toma o maior cuidado em relação à privacidade dos seus amigos. Na primeira vez que você entra há duas opções de conta. Uma é a "I'm single AF" (algo como "Estou solteiro pra c******"), e a outra é "I'm not single" ("Não estou solteiro").

A primeira permite que você crie um perfil comum, assim como no Tinder, com direito à foto e descrições. O segundo é uma conta fantasma. Sua função é unica e exclusivamente avaliar os pretendentes de seus amigos. Logo, seu perfil nunca aparecerá para outras contas, o que evita prints enviados para seu namorado ou namorada te acusando de traição.

Os desenvolvedores afirma que estão trabalhando em uma versão para Android, mas por enquanto o app é exclusivo para iOS.

Mesmo os donos de iPhone podem precisar de uns truques para consegui-lo: se você simplesmente escrever "Ship" na busca da App Store, provavelmente não vai encontrar o aplicativo, que até recentemente era exclusivo para quem vive nos EUA. Mas clicando aqui você é direcionado para uma página da App Store Brasil onde já é possível baixar o aplicativo (que, inclusive, já está lotado de brasileiros).

Se tem uma coisa mais legal do que ver programas de encontros às escuras, é organizar um para os seus amigos. Mas se prepare, se o beijo for em um sapo e o amigo vier reclamar, resolver isso vai ser mais difícil do que mudar de canal…

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre o Autor

Felipe Germano é jornalista que escreve sobre Comportamento Humano, Saúde, Tecnologia e Cultura Pop. Para encontrar as boas histórias que procura contar, atravessa o planeta: visitou de clubes de swing e banheiros do sexo paulistanos à sets de cinema hollywoodianos. Trabalhou nas redações da rádio Jovem Pan, site Elástica, Revista Época e Revista Superinteressante - e agora colabora com o UOL.

Sobre o Blog

Sexo é o que há de mais antigo nesse planeta, e tecnologia nos traz o que há de mais moderno. Mesmo sem saber quem foi nosso antepassado mais antigo, dá para cravar: ele transava. Mas se engana quem acha que o sexo não mudou nada desde a primeira vez. A tecnologia evoluiu, e com ela nossos hábitos na cama (ou no chão, ou no celular...). Mas dá para juntar tudo, e divertir-se. Muito prazer, esse é o Sexting.