Topo
Sexting

Sexting

Categorias

Histórico

O Xvideos vai sair do Brasil? Entenda o boato que circula nas redes sociais

Felipe Germano

06/08/2019 14h07

"Lamento em informar que iremos cancelar nosso site no @Brasil e outros 25 países, Obg povo brasileiro por serem um dos nossos maiores públicos!! aproveitem até o dia 21 de Setembro." Bastaram esses 180 caracteres para um monte de gente se desesperar na internet. O texto aparece em um print do suposto perfil da Xvideos no Twitter. Mas… é verdade?

Direto ao ponto: Não. A informação é completamente falsa: o site não vai deixar de operar no país.

Dá para chegar à essa conclusão por algumas vias. A primeira e mais definitiva é o tuíte em si. Ele não existe.

O nome da conta do Twitter que aparece na imagem é chamado apenas de "@Xv". Esse perfil nunca nem foi criado, e por um motivo simples: é impossível. O Twitter exige que os nomes de usuários tenham, no mínimo, quatro caracteres (e máximo de 15). O perfil com duas letras, então, não conseguiria nem ser cadastrado. Se não tem conta, não tem tuíte.

Outro detalhe interessante é que a mensagem mostra o tal @Xv como usuário verificado da Xvideos na plataforma. O problema é que o site adulto não possui essa verificação nem na sua conta oficial (o que ajuda a espalhar esse tipo de notícia falsa). O perfil verdadeiro do site é o @xvideoscom, que não possui o selinho de autenticidade. A única forma de comprovar a veracidade da conta é porque o próprio site adulto direciona para ele. E, olha, para isso você tem que prestar atenção. Na barra inferior da página há um pequeno botão com os dizeres "XVideos no Twitter"; só assim você encontra o arroba citado.

Além disso o texto apresenta alguns erros básicos de português: "povo brasileiro por serem um dos nossos maiores públicos" não tem concordância verbal, e o correto seria "ser um dos nossos maiores públicos"; e "Setembro" deveria aparecer com letra minúscula, por exemplo. O que geralmente já indica alguma falta de veracidade em comunicados oficiais.

A única verdade da imagem, no entanto, está no fato de que, realmente, o Brasil é um dos povos que mais visitam o site. De acordo com o Similar Web, é daqui que vem 9,9% do público. O número nos coloca apenas atrás dos americanos, que formam 17,4% da audiência do Xvideos.

Esses quase 10%, então, podem ficar tranquilos. O Xvideos não parece que vai dar uma de Tumblr. E se der, não se preocupe: eu falo pra vocês por aqui.

Recebeu a fake news? Acha que o Xvideos deveria sair do país de verdade? Por que? Deixe aqui nos comentários!

Sobre o Autor

Felipe Germano é jornalista que escreve sobre Comportamento Humano, Saúde, Tecnologia e Cultura Pop. Para encontrar as boas histórias que procura contar, atravessa o planeta: visitou de clubes de swing e banheiros do sexo paulistanos à sets de cinema hollywoodianos. Trabalhou nas redações da rádio Jovem Pan, site Elástica, Revista Época e Revista Superinteressante - e agora colabora com o UOL.

Sobre o Blog

Sexo é o que há de mais antigo nesse planeta, e tecnologia nos traz o que há de mais moderno. Mesmo sem saber quem foi nosso antepassado mais antigo, dá para cravar: ele transava. Mas se engana quem acha que o sexo não mudou nada desde a primeira vez. A tecnologia evoluiu, e com ela nossos hábitos na cama (ou no chão, ou no celular...). Mas dá para juntar tudo, e divertir-se. Muito prazer, esse é o Sexting.