Topo
Sexting

Sexting

Categorias

Histórico

A Siri pode ter te gravado fazendo sexo, e repassado para terceiros

Felipe Germano

09/08/2019 04h00

freestocks.org

Ei, Siri! Eu preciso que você não registre minha intimidade.

Uma reportagem do jornal britânico The Guardian revelou que a secretária do iPhone estava fazendo bem mais do que simplesmente nunca entender o que você quer. Ela estava gravando, sem que os usuários soubessem, momentos da sua rotina. Todo tipo de momento, diga-se de passagem. Isso quer dizer que, sim: a Siri te pode ter te gravado transando.

Em teoria, a secretária da Apple só aparece quando é convidada, e o convite é nominal. Você precisaria dizer "Hey, Siri" para ativar o sistema. O problema todo é que ela não ouve muito bem.

Ao maior estilo Velha Surda, de "A Praça é Nossa", às vezes a Siri acha que você está falando com ela mesmo quando não está. Um zumbido qualquer, um sussurro, um gemido, tudo pode pode ser entendido como um "Hey Siri". E aí pronto: ali, no meio do seu rala-e-rola, ela acorda, discretamente no criado-mudo, e aparece e para ouvir o que você vai dizer a seguir. Só que para o robozinho, ouvir significa gravar.

Ter o áudio da sua transa gravado é péssimo, né? Pois bem, a história piora. A Apple não só fazia essas gravações como enviava parte delas para terceiros. Em comunicado ao Guardian, a empresa de Tim Cook afirma que "Uma pequena porção" dos áudios era "analisada para melhorar a Siri" e sua audição. Na prática, uma galera, que nem crachá da Apple tem, ouviu muita coisa íntima.

"Houve incontáveis gravações de cunho privado envolvendo discussões entre médicos e pacientes, acordos de negócios, atos que soavam criminosos, relações sexuais e por aí vai", afirmou um dos delatores ao Guardian.

Pelo menos ninguém sabia de que era o seu gemido ali né? Bom… "Essas gravações eram acompanhadas de informações do usuários mostrando localização, detalhes de contato e dados de aplicativo", continuou o informante. Essa parte, no entanto, a Apple nega. Ainda ao Guardian, a empresa afirmou que nenhum nome ou identificador estava associada à gravação.

Agora calma, não precisa arremessar seu celular pela janela. A Apple afirmou que paralisou este programa de aperfeiçoamento da Siri. Ou seja, não vai mais enviar gravações para terceiros.

E você, que tem um Android e está rindo, pode tirar esse sorriso da cara. O Google aproveitou o desastre da concorrente para anunciar  que, olha só, também não vai deixar mais seus funcionários ouvirem as gravações feitas por seus usuários. Sim, o Google Assistente também pode ter ouvido uma rapidinha sua.

O que você acha dessa história toda? Te tranquiliza saber que funcionários e contratados não ouvirão mais as gravações? Deixe nos comentários.

Sobre o Autor

Felipe Germano é jornalista que escreve sobre Comportamento Humano, Saúde, Tecnologia e Cultura Pop. Para encontrar as boas histórias que procura contar, atravessa o planeta: visitou de clubes de swing e banheiros do sexo paulistanos à sets de cinema hollywoodianos. Trabalhou nas redações da rádio Jovem Pan, site Elástica, Revista Época e Revista Superinteressante - e agora colabora com o UOL.

Sobre o Blog

Sexo é o que há de mais antigo nesse planeta, e tecnologia nos traz o que há de mais moderno. Mesmo sem saber quem foi nosso antepassado mais antigo, dá para cravar: ele transava. Mas se engana quem acha que o sexo não mudou nada desde a primeira vez. A tecnologia evoluiu, e com ela nossos hábitos na cama (ou no chão, ou no celular...). Mas dá para juntar tudo, e divertir-se. Muito prazer, esse é o Sexting.